Apresentação

O Programa de Educação Tutorial (PET) é um programa que compromete-se fundamentalmente em aprimorar os cursos de graduação, apoiando atividades acadêmicas que integram ensino, pesquisa e extensão. O PET é formado por grupos tutoriais de aprendizagem, onde busca propiciar aos alunos participantes, sob a orientação de um professor tutor, condições para a realização de atividades extracurriculares, que complementem a sua formação acadêmica, procurando atender mais plenamente às necessidades do próprio curso de graduação e/ou ampliar e aprofundar os objetivos e os conteúdos programáticos que integram sua grade curricular. O estudante e o professor tutor recebem apoio financeiro de acordo com a Política Nacional de Iniciação Científica.

Histórico

Originalmente o Programa foi fundado por Cláudio de Moura e Castro em 1979 nos moldes de uma bem sucedida experiência do professor Ivon Leite de Magalhães Pinto, sendo a UFMG a primeira universidade a constituir um grupo PET; tal experiência data dos anos 50. O Programa, que a princípio, tinha o objetivo de formar futuros docentes universitários teve sua filosofia e objetivos consolidados nas experiências dos anos 80/90, as quais se cristalizaram no primeiro Manual de Orientações Básicas de 1995. Até 1996 o PET expandiu o número de grupos e consolidou-se como um Programa de excelência, mas a partir de 1997 passou a sofrer uma série de dificuldades como cortes de verbas e restrições dos recursos dos quais dispunha. Hoje, o PET está bem estruturado e conta inclusive com uma lista de discussão na internet que facilita a articulação dos grupos de diversas faculdades do país. Apesar de algumas dificuldades, o Programa vive hoje uma fase de reorganização e tudo leva a crer que ainda se expandirá mais nos próximos anos.

Objetivos

Objetivo Geral

Promover a formação ampla e de qualidade acadêmica dos alunos de graduação envolvidos direta ou indiretamente com o programa, estimulando a fixação de valores que reforcem a cidadania e a consciência social de todos os participantes e a melhoria dos cursos de graduação.

Objetivos Específicos

a) Formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país.

b) Estimular a melhoria do ensino de graduação por meio de:

  • Desenvolvimento de novas práticas e experiências pedagógicas no âmbito do curso;
  • Desenvolvimento de ações que procurem integrar o ensino, a pesquisa e a extensão;
  • Atuação dos bolsistas como agentes multiplicadores, disseminando novas idéias e práticas entre o conjunto dos alunos do curso;
  • Interação dos bolsistas do Programa com os corpos docente e discente da instituição, inclusive em nível de pós-graduação, quando for o caso;
  • Participação em atividades características de programas de pós-graduação;
  • Desenvolvimento de atividades que promovam o contato dos bolsistas e demais alunos do curso com a realidade social em que o grupo, o curso ou a IES estejam inseridos, estimulando o desenvolvimento de uma consciência do papel do aluno/curso/IES perante a sociedade.

c) Oferecer uma formação acadêmica de excelente nível, visando a formação de um profissional crítico e atuante, por meio de:

  • Desenvolvimento de ações coletivas e capacidade de trabalho em grupo;
  • Facilitação do domínio dos processos e métodos gerais e específicos de investigação, análise e atuação da área de conhecimento acadêmico-profissional;
  • Envolvimento dos bolsistas em tarefas e atividades que propiciem o Aprender Fazendo e Refletindo Sobre;
  • Discussão de temas éticos, sociopolíticos, científicos e culturais relevantes para o País e/ou para o exercício profissional e para a construção da cidadania;
  • Promoção da integração da formação acadêmica com a futura atividade profissional, especialmente no caso da carreira universitária, através de interação constante com o futuro ambiente profissional;
  • Participação, com igual ênfase, em projetos de ensino, pesquisa e extensão.